A força da farinha Descubra as diferenças

A força da farinha Descubra as diferenças

A força da farinha Descubra as diferenças. Como você deve ter notado, as farinhas não são todas iguais, eles diferem não apenas pelo nome do fabricante, nem apenas pelo tipo que está claramente especificado na frente da bolsa: Tipo 0, Tipo 00, Integral etc..

A coisa mais importante que muitas vezes não é mencionada é a chamada “Força das Farinhas” indicado com o símbolo W. Este símbolo é certamente o mais importante a ter em consideração quando nos deparamos com a escolha de qual comprar, este símbolo representa a quantidade de proteínas contidas nele.

A força da farinha Descubra as diferenças

Em poucas palavras, o uso e o mesmo método de processamento que vamos aplicar depende deste símbolo. Podemos classificar as várias categorias de farinhas em: Fraco, Média, Forte e muito forte. Essa classificação nos permite entender a capacidade de absorção de água de cada tipo de farinha para que se crie a melhor malha de glúten para cada produto..

O trabalho das proteínas

Glutenina e Gliadina são as duas principais proteína contido em nossa farinha. A glutenina nos ajuda a fazer a massa elástica responsável pela malha de glúten. A gliadina nos ajuda a preservar a malha de glúten durante a elaboração, evitando que seja destruída.

Como de costume, vou dar um exemplo sobre pizza: Usando farinha com uma força maior que w240, perfeita para pizza e padaria teremos uma massa com uma excelente malha de glúten e a gliadina nela contida garantirá que a malha de glúten resista aos fortes esforços da tiragem.

A força da farinha

Infelizmente, o símbolo W não é indicado em todos os tipos de farinha, então só temos que ler o conteúdo de proteína na sacola.

Farinha 00: é a mais utilizada mesmo sendo a farinha mais fraca do mercado. Sua força varia de W90 a W180. Adequado para biscoitos, palitos de pão e massa quebradiça que não precisam de fermento longo.

Farinha 0: Tem uma força média com 10 o 12% proteína. Seu W vai de 180 para 280. Com uma absorção de água igual a 60% sobre seu peso é adequado para massas de fermento médio, perfeito para pão de pizza, massas e diversos produtos de panificação.

Farinhas Fortes

Farinha 1: Vamos! Vamos 180 para 300 e uma porcentagem de proteína que atinge até 14, absorvem muita água e são indicadas para massas com levedura longa e envelhecimento em geladeira que pode chegar até 4-5 dias. Não recomendado para massas rápidas em casa. Perfeito para pão, pizza e focaccia, mas com maturações longas.

Farinha 2: Você já pode notar pela cor mais escura que contém muito farelo, tem uma força W que pode até alcançar 350. Absorve muita água e é adequado para levedura longa.

Outras farinhas

farinha integral: Tem uma resistência muito elevada e é adequado para levedura longa. A farinha integral é difícil de crescer, então sugiro que você misture com um tipo mais fraco de farinha 0 o 00.

A força da farinha é a base do trabalho do pizzaiolo. Durante nossos cursos práticos profissionais para se tornarem pizzarias profissionais, este tema é abordado no primeiro dia do curso. Se você está interessado em se tornar um excelente pizzaiolo siga este link.

Conclusões

Se, por outro lado, você não tem tempo ou recursos para fazer o curso prático presencial, Recordo que aqui no nosso site existe um fantástico “Curso de Pizzaiolo Online” que você pode baixar para o seu PC ou telefone celular e acompanhar do conforto da sua casa durante o seu tempo livre. Você vai encontrá-lo aqui.

Se você ainda não, baixe meu último livro de deliciosas receitas de pizzaria, é chamado: NÃO SÓ PIZZA – O que todas as pizzarias devem ter em seu menu. Você vai encontrá-lo aqui.

Até breve

Silvio Cicchi